top of page
  • amigosdabolaecia

MÊS EM CURSO - FIQUE SABENDO

Atualizado: há 21 horas



28 DE MAIO DE 2024

UMA TERÇA-FEIRA


SANTO (A) DO DIA



Germano de Paris (ca. 496 — ca. 576) foi um bispo de Paris e santo da Igreja Católica. Seu dia consagrado é 28 de maio.

Germano nasceu perto de Autun, na atual França, por volta de 496. Viveu como eremita e tornou-se, depois, diácono da diocese de Autun. Após 530, foi padre e, a partir de 540, abade em St. Symphorien, também próximo a Autun.

Entre 555 e 556, Quildeberto, rei de Paris, da dinastia merovíngia, designou Germano o primeiro capelão e, posteriormente, o bispo da cidade. No cargo, Germano destacou-se pelo ascetismo e pela ajuda aos necessitados. Também promoveu o culto aos santos.

Ao morrer, em 28 de maio de 576, foi sepultado na abadia fundada por Quildeberto e por ele, em 558, junto a Paris, conhecida mais tarde como Abadia de Saint-Germain-des-Prés. Germano começou a ser venerado como santo pouco tempo após sua morte, e, em 755, o rei franco Pepino, o Breve, junto aos herdeiros Carlos e Carlomano, presidiu a translação da sepultura do santo para uma localização atrás do altar principal da igreja da abadia. As relíquias, porém, desapareceram com a Revolução Francesa, em 1793.

A partir das incursões de pilhagem normandas no século IX, Germano foi feito santo padroeiro de Paris. Seu culto, porém, permaneceu restrito à capital francesa, sendo menos popular a partir da canonização de seu homônimo, São Germano de Auxerre.



 

EVANGELHO DO DIA


DIA 28 DE MAIO DE 2024 - UMA TERÇA-FEIRA


- Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Marcos

- Glória a vós, Senhor!  

 

- Naquele tempo, 28começou Pedro a dizer a Jesus: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. 29Respondeu Jesus: “Em verdade vos digo, quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, campos, por causa de mim e do Evangelho, 30receberá cem vezes mais agora, durante esta vida - casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições - e, no mundo futuro, a vida eterna. 31Muitos que agora são os primeiros serão os últimos. E muitos que agora são os últimos serão os primeiros”.

 

- Palavra da salvação.

- Glória a vós, Senhor!


 

COMENTÁRIOS AO EVANGELHO ACIMA


Deixamos tudo... (Mc 10,28-31)


Jesus acaba de “exagerar” ... Para expressar com clareza que o apego aos bens materiais impede o progresso espiritual, ele apelou para dois extremos: o maior animal daquela região (o camelo) e a menor passagem conhecida (o furo da agulha). Agora, era só juntar os dois: “É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus”.

 

Todos reagem assustados: “Então, quem se salva? Ninguém?” Jesus reflete: “Aquilo que é impossível para os homens, é possível para Deus”. E Pedro resolve arriscar: “E nós... que deixamos tudo... e te seguimos?”

 

Ora, Simão Pedro, faça-me o favor! Vocês deixaram tudo?! Que foi realmente que você deixou? Uma sogra velha e doente? Aquela barca velha e cansada, que fazia água quando o vento embravecia? Aquelas velhas redes, que vocês estavam justamente remendando quando o Mestre os chamou? Aquele lago avarento, que vocês chamavam de mar e que deu peixes apenas três vezes em todo o Evangelho, exatamente quando Jesus fez três milagres? (Cf. Lc 5; Mt 17,26; Jo 21.)

 

Assim somos nós, tal como Pedro e seus companheiros. De que foi que abrimos mão para seguir a Jesus? Diplomas que mofam nas gavetas? Empregos que uma recessão econômica pulveriza? Juras de amor que duram um verão? E são quinquilharias desse tipo que costumam impedir que sigamos o chamado de Deus!!!

 

Enquanto isso, imperturbável, Teresa de Ávila canta a meia voz:

 

Nada de perturbe,

nada te espante;

tudo passa,

Deus não muda.

 

A paciência

tudo alcança;

Quem a Deus tem,

nada lhe falta.

Só Deus basta.

 

Deus me basta? Preenche a minha vida? Ou ainda preciso de algo mais para ser feliz?

Orai sem cessar: “Põe tua esperança no Senhor!” (Sl 131,3)


 

ACONTECEU NO MÊS DE MAIO


DIA 28 DE MAIO DE...


1358 — Início da Jacquerie, uma revolta popular em França.

1926 — Em Portugal dá-se a Revolução de 28 de Maio de 1926, um golpe de Estado leva à queda da I República e abre caminho à implantação do Estado Novo.

1937 – A Volkswagen é fundada.

1961 — Artigo do advogado Peter Benenson, intitulado “The forgotten prisoners” (“Os prisioneiros esquecidos) é publicado no jornal The Observer, lançando uma campanha pela anistia, considerado o marco para a criação da Anistia Internacional.

1964 — A Organização para a Libertação da Palestina é formada.

1987 — O piloto alemão ocidental Mathias Rust, de 19 anos, escapa da defesa antiaérea soviética e aterra com um monomotor na Praça Vermelha em Moscou (Rússia). Ele é imediatamente detido, sendo libertado em 3 de agosto de 1988.

2002 — A última viga de aço é removida no local original do World Trade Center. As funções de limpeza terminaram oficialmente com uma cerimônia de encerramento no Marco Zero, em Manhattan, Nova York (EUA).

2008 — O Nepal se torna uma república, colocando fim a 240 anos de monarquia. A assembleia constituinte do Nepal aboliu em 25 de maio a única monarquia hinduísta do mundo.



A Volkswagen é uma fabricante alemã de veículos que pertence ao Grupo Volkswagen. É o maior fabricante de automóveis do mundo e tem a sua sede na cidade de Wolfsburg, na Baixa Saxônia.

O Grupo Volkswagen, além da marca Volkswagen, é, também, proprietário das marcas Audi, Bentley, Bugatti, Ducati, Lamborghini, SEAT, Porsche, Škoda Auto, MAN, Volkswagen Caminhões e Ônibus e Scania. Em março de 2011, a Volkswagen adquiriu o segmento comercial da Porsche por 3,3 bilhões de euros, adquirindo, assim, o direito de negociar e operar a marca "Porsche", fazendo com que a Volkswagen fique mais próxima à fusão com a "PHS" (Porsche Holding Salzburg).

Em julho de 2011, a Volkswagen, que já era o maior acionista do Grupo MAN SE, elevou sua participação para 55,9% das ações, consolidando-se como acionista majoritário. Em abril de 2012, a Volkswagen, por intermédio da Audi, anunciou o compra da fabricante italiana de motos Ducati, aumentando a rivalidade com a BMW também no segmento de motos esportivas.

A Volkswagen também patrocina alguns eventos esportivos, como o Rali Dakar, a Seleção Argentina de Futebol, a Seleção Neozelandesa de Futebol e a Seleção Russa de Futebol, além da Academia do David Beckham. Também patrocinou os Jogos Olímpicos de Verão de 2008 e patrocina o time alemão VfL Wolfsburg.

A Volkswagen possui, no Brasil, mais precisamente no estado de São Paulo, duas pequenas centrais hidrelétricas (PCH) nas margens do rio Sapucaí, sendo uma denominada Anhanguera e a outra, Monjolinho.


 

NASCERAM NO MÊS DE MAIO


DIA 28 DE MAIO DE...


1738 — Joseph-Ignace Guillotin, médico e político francês, inventor da guilhotina (m. 1814).

1853 — Carl Larsson, pintor francês (m. 1919).

1908 — Ian Fleming, escritor inglês, autor dos livros de James Bond, o agente 007 (m. 1964).

1913 — Ciro Monteiro, cantor e compositor brasileiro (m. 1973).

1917 — Teotônio Vilela, político brasileiro (m. 1983).

1921 — Celso Luft, professor e dicionarista brasileiro (m. 1995).

1941 — Zózimo Barrozo do Amaral, jornalista brasileiro (m. 1997).

1943 — Cecil Thiré, ator e diretor brasileiro.

1944 – Rudolph Giuliani, político estadunidense (ex-prefeito de Nova York).

1945 – John Fogerty, músico estadunidense (Creedence Clearwater Revival); e Patch Adams, médico e ativista estadunidense.

1954 — João do Pulo, atleta brasileiro (m. 1999).

1956 — Augusto Licks, músico brasileiro, guitarrista da banda Engenheiros do Hawaii.

1962 — James Michael Tyler, ator estadunidense.

1968 — Kylie Minogue, cantora e atriz australiana.

1972 – Chiara Mastroianni, atriz italiana.

1975 — André Rizek, jornalista esportivo brasileiro.

1984 — Laila Zaid, atriz brasileira.

1985 – Colbie Caillat, cantora estadunidense; e Carey Mulligan, atriz britânica.

1989 – Rafael Almeida, ator e cantor brasileiro.



Biografia

Celso Luft nasceu numa cidade habitada predominantemente por descendentes de imigrantes alemães, sendo o próprio Luft de origem germânica. Era filho de um professor que lhe inculcou o gosto pela música e pelas letras. Adolescente, entrou para o seminário dos Irmãos Maristas, no Instituto Champagnat, em Porto Alegre.

Era formado em Letras Clássicas e Vernáculas pela PUC-RS e fez curso de especialização em Portugal. Foi professor na UFRGS e na Faculdade Porto-Alegrense de Ciências e Letras.

Em 1954, Celso foi para a França, para fazer um curso de reciclagem profissional. Entre 1955 e 1956, realizou cursos ao lado de Lindley Cintra, em Lisboa, e curso de especialização em filologia portuguesa e linguística, na Universidade de Coimbra. Em 1957 retornou ao Brasil.

Em 1963, com quarenta anos, Celso casou-se com Lya Fett, com vinte e cinco anos, e que viria a tornar-se a escritora Lya Luft. Eles se conheceram durante uma prova de vestibular e, posteriormente, ela foi sua aluna. Celso, então conhecido como Irmão Arnulfo, abandonou a batina para casar. Eles tiveram três filhos: Suzana (1965), André (1966-2017) e Eduardo (1969).

De 1970 a 1984, manteve uma coluna diária no jornal Correio do Povo, chamada Mundo das palavras, sobre questões de linguagem. No ano seguinte, publicou Língua e Liberdade.

Em 1985, Celso e Lya se separaram, e ela passou a viver com o psicanalista e também escritor Hélio Pellegrino, falecido em 1988. Em 1992, Celso e Lya voltaram a casar. Ele morreu em dezembro de 1995, após dois anos de enfermidade.

É autor de obras largamente usadas no ensino fundamental e ensino médio.


 

MORRERAM NO MÊS DE MAIO


1787 — Leopold Mozart, compositor, professor de música e violinista, pai de Wolfgang Amadeus Mozart. (n. 1719).

1849 — Anne Brontë, escritora e novelista inglesa (n. 1820).

1889 — Francisco Otaviano, advogado, jornalista, diplomata, político e poeta brasileiro (n. 1825).

1963 — Flávio Ribeiro Coutinho, político brasileiro (n. 1882).

1988 — Alfredo Volpi, pintor ítalo-brasileiro (n. 1896).

2001 — Francisco Varela, biólogo e filósofo chileno (n. 1946).

2007 — Toshikatsu Matsuoka, político japonês (n. 1945).

2010 — Gary Coleman, ator estadunidense, conhecido pelo papel no seriado Arnold (n. 1968).

2014 — Malcolm Glazer, empresário estadunidense, dono do Manchester United e do Tampa Bay Buccaneers (n. 1928).



Francisco Otaviano de Almeida Rosa (Rio de Janeiro, 26 de junho de 1825 — Rio de Janeiro, 28 de maio de 1889) foi um advogado, jornalista, diplomata, político e poeta brasileiro.

Biografia

Filho do Dr. Otaviano Maria da Rosa, médico, e de Joana Maria da Rosa, nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 26 de junho de 1825.

Iniciou seus estudos no colégio do professor Manuel Maria Cabral, tendo se dedicado principalmente às línguas, à História, à Geografia e à Filosofia durante sua vida escolar.

Entrou na Faculdade de Direito de São Paulo em 1841, bacharelando-se em 1845.

Em seguida, regressou ao Rio de Janeiro, principiando sua vida profissional na advocacia e no jornalismo, nos jornais Sentinela da Monarquia, Gazeta Oficial do Império do Brasil (1846-48), da qual se tornou diretor em 1847, Jornal do Comércio (1851-54) e Correio Mercantil[3].

Foi eleito secretário do Instituto da Ordem dos Advogados, cargo que exerceu por nove anos.

Foi deputado geral pela província do Rio de Janeiro de 1853 a 1866.

Por ocasião da Guerra do Paraguai foi enviado como ministro plenipotenciário do Brasil ao Uruguai e à Argentina, substituindo o Conselheiro Paranhos (que viria a se tornar o Visconde do Rio Branco) na Missão do Rio da Prata. A ele coube negociar e assinar, em Buenos Aires, em 1º de maio de 1865, o Tratado da Tríplice Aliança entre o Brasil, a Argentina e o Uruguai, no combate comum a Solano Lopez, do Paraguai[3].

Já participara da elaboração do Tratado da Tríplice Aliança, em 1865, quando foi convidado pelo Marquês de Olinda para ocupar, na formação de seu 4° gabinete, a pasta dos Negócios Estrangeiros, mas não a aceitou, ficando em seu lugar José Antônio Saraiva.

Foi senador do Império do Brasil pela província do Rio de Janeiro, cargo vitalício à época, de 1867 a 1889.

Como jornalista, empenhou-se com entusiasmo nas campanhas do Partido Liberal e tomou parte preponderante na elaboração da Lei do Ventre Livre, em 1871.

Recebeu o título do Conselho do Imperador e do Conselho Diretor da Instrução Pública.

Faleceu a 28 de maio de 1889 na cidade do Rio de Janeiro.

É patrono da cadeira número 13 da Academia Brasileira de Letras por escolha do fundador Visconde de Taunay.

 

COMEMORA-SE HOJE


DIA 28 DE MAIO - UMA TERÇA-FEIRA


-Nascimento do atleta paulista João Carlos de Oliveira, o João do Pulo (70 anos)


O pulo de João aconteceu em 15 de outubro de 1975. Com uma breve corrida e três saltos, ele superou 17,89 metros. Para você ter uma ideia, é o equivalente a quatro carros populares - ou um prédio de seis andares. Foi um feito atlético tão impressionante que o pulo de João foi o recorde mundial por dez anos. Daí ter virado sobrenome. João do Pulo.

Essa, porém, não é a história desse pulo, mas do que aconteceu com João depois dele.

João Carlos de Oliveira nasceu no dia 28 de maio de 1954, quebrou o recorde mundial em 1975, perdeu a perna direita em 1982 e morreu em 1999. Foi um dos mais carismáticos atletas que o Brasil já teve. E morreu três vezes.

 

-Promulgação do Estatuto Original da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) (60 anos)

 

-Archibald Low apresenta em Londres um aparelho para emissão de imagens a distância, a que deu o nome de TeleVista, considerado um dos precursores da televisão (110 anos)

 

-Emerson Fittipaldi vence as 500 milhas de Indianápolis (35 anos) - a primeira vitória de um brasileiro nesta prova do automobilismo

 

-Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna

 

-Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher

 

-Dia Internacional do Brincar


 

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page